Psoríase na virilha: sintomas, diagnóstico e tratamento

psoríase na virilha

Em homens e mulheres, a psoríase pode aparecer em diferentes partes do corpo, incluindo as áreas anal e genital. A psoríase na virilha é algo bem comum e, ao contrário do que muitas pessoas pensam, não há motivos para ter vergonha.

Para ajudar você a entender mais sobre a psoríase na virilha, eu preparei o artigo de hoje sobre o assunto. Ficou interessada em saber mais? Então acompanhe comigo agora mesmo!

Sintomas da psoríase na virilha

O principal sintoma da psoríase na virilha são alterações cutâneas avermelhadas, frequentemente com comichão, por vezes ardor e por vezes dolorosas. Contudo, a descamação seca típica da psoríase geralmente não ocorre nessa área.

Não é incomum que as placas sejam colonizadas por bactérias. Além disso, o risco de infecções fúngicas aumenta. A coceira frequentemente intensa pode causar áreas arranhadas, que por sua vez aumentam o risco de infecção acumulada por bactérias e / ou fungos.

3 tipos de psoríase são comuns junto com a psoríase na virilha:

Psoríase genital em mulheres

Quando a psoríase se espalha para a área genital, as mulheres sofrem pequenos ferimentos nas membranas mucosas dos lábios e da vagina.

Essas áreas costumam causar coceira ou dor intensa. Outra consequência desagradável: as lesões prejudicam a função protetora natural das mucosas e, portanto, aumentam o risco de infecções fúngicas.

Psoríase genital em homens

Nos homens, a psoríase genital geralmente afeta o pênis. Especialmente a raiz do pênis e / ou os testículos apresentam alterações cutâneas típicas no caso de uma doença.

As áreas da pele afetadas são muito sensíveis e podem ficar doloridas e sangrar quando tocadas ou esfregadas.

Psoríase na região anal

O primeiro sinal de psoríase na abertura anal ou prega anal é a coceira, que as pessoas afetadas consideram insuportável. Além disso, a pele entre as nádegas geralmente está rasgada e pode sangrar.

Pacientes com psoríase na área das pregas anais têm um risco aumentado de artrite psoríase concomitante, que frequentemente se manifesta como articulações doloridas e inchadas, rigidez matinal nas articulações e / ou inserções de tendão doloridas.

Diagnóstico

O aparecimento da psoríase na virilha e genital difere da psoríase em outras partes do corpo. Isso é ainda mais verdadeiro quando há infecções bacterianas ou fúngicas adicionais.

O diagnóstico é, portanto, difícil e existe um alto risco de confusão com outras doenças. Por exemplo, a psoríase genital pode assemelhar-se a várias infecções fúngicas ou, em alguns casos, doenças inflamatórias da pele e do tecido conjuntivo.

Consequências psicossociais

A psoríase na virilha é muito desconfortável e estressante para pessoas afetadas por ambos os sexos.

Estudos demonstraram que o sofrimento de pacientes com psoríase com sintomas na região genital é muito maior do que o de pacientes sem sintomas genitais.

Por causa da dor e da vergonha, muitas vítimas costumam evitar qualquer contato sexual. Isso pode ter outras consequências psicossociais negativas, como conflitos em um relacionamento ou até mesmo solidão.

Para evitar que isso aconteça, os pacientes são aconselhados com urgência a manter uma conversa aberta com seu parceiro. Inibições em relação ao parceiro de vida estão fora de questão aqui e só podem limitar ainda mais a qualidade de vida.

A sexualidade – com restrições devido aos sintomas – também é possível com psoríase genital, especialmente se for bem tratado.

psoríase virilha

Tratamento

Não existe um tratamento que cure para sempre a psoríase na virilha, assim como em outras partes do corpo. Dessa forma, é necessário buscar por opções que controlam os sintomas.

O PsoriOff é uma excelente opção. Em suma, é uma loção do qual não é necessária prescrição médica e que irá aliviar a coceira, vermelhidão e inchaço.

Diversas pessoas já usaram e aprovaram os resultados trazidos por esse produto que contém 10 princípios ativos. Esses foram cuidadosamente escolhidos para que os efeitos esperados fossem amplificados.

Vale lembrar que é um produto livre de corticoides. Clique aqui e conheça o produto agora mesmo!

Algumas dicas adicionais que podem aliviar os sintomas:

  • Use roupas largas e confortáveis ​​que não se ajustem ou friccionem muito na virilha.
  • Ao fazer exercícios, dê preferência a roupas íntimas respiráveis, nas quais o suor não se acumule.
  • Evite a depilação intima com gilete, pois irrita desnecessariamente a região genital.
  • Se possível, evite sentar ou caminhar por longos períodos e mude de posição com frequência.
  • Evite papel higiênico áspero, úmido e / ou perfumado.
  • Limpe regularmente a área anal e genital cuidadosa e completamente com água morna e evite o uso de produtos de cuidado que podem gerar irritação.

Gostou de saber mais sobre a psoríase na virilha? Então não deixe de acompanhar os demais artigos do blog, tenho muitas outras novidades sobre psoríase para você!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Produtos

Cadastre-se em nossa newsletter

Fique por dentro de todas as novidades em seu e-mail
Endereço de email inválido, favor corrigir.
Endereço de email já cadastrado.
The security code entered was incorrect
Obrigado por se cadastrar!
Add to cart