Controle a PSORÍASE E VIVA A VIDA DO SEU JEITO!

Psoríase nos pés

Psoríase nos pés

Psoríase: Psoríase nos pés 1

PSORÍASe nos pés

Quais os motivos da psoríase? Por que ela ataca com tanta frequência na região dos pés?

Cerca de 125 milhões de pessoas no planeta, incluindo cinco milhões no território nacional, lidam diariamente com os efeitos da psoríase. Esses pacientes correspondem a 3% da população global, segundo os dados da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

Há registro da psoríase nos pés, nas mãos, nos joelhos, cotovelos, na raiz dos cabelos, no tronco e até no corpo inteiro.

Ainda de acordo com a SBD, a psoríase pode se manifestar em qualquer faixa etária, infância, juventude, fase adulta ou velhice.

De modo geral, os principais gatilhos para a psoríase são: dificuldades emocionais, utilização medicamentosa incorreta, exposição à baixas temperaturas sem a devida proteção, alcoolismo, fumo, obesidade e sobrepeso.

Já especificamente nos pés, a psoríase ocorre com certa frequência devido às próprias condições naturais. Ou seja, os pés já são predispostos ao ressecamento por causa da pouca hidratação da pele nesses locais.

Psoríase: Psoríase nos pés 3
psoríase nos pés

Como descobrir

Entenda o tipo da sua psoríase nos pés para encontrar o melhor tratamento

A observação do corpo é a principal forma de descobrir a doença rapidamente.

Tanto a psoríase nos pés quanto o surgimento em outros locais se caracteriza por manchas vermelhas na pele. A falta de pelos na região atingida, muita coceira, dores e descamação com tonalidade cinza também são sinais que merecem atenção.

A psoríase possui tipos variados de manifestação, mas aqueles que afetam os pés são:

1 – Psoríase palmo-plantar: as marcas surgem como uma espécie de fissura tanto nas solas dos pés quanto nas palmas das mãos.

2 – Psoríase artropática: as manchas se manifestam inesperadamente e provocam dores nos dedos dos pés e das mãos, além de comprometer a principais articulações do corpo.

3 – Psoríase pustulosa: as marcas apresentam pus e se concentram nos pés e nas mãos. No entanto, os machucados também podem se propagar para outras partes.

Psoríase: Psoríase nos pés 6

MEDIDAS

como minimizar os efeitos da psoríase nos pés no dia a dia

Conforme comentamos, os pés já são predispostos ao ressecamento por causa da pouca hidratação da pele nesses locais. Logo, o tratamento para esses quadros de psoríase nos pés tende a envolver um processo de hidratação e outras medidas diárias de controle. Tais como:

  •  Banhos curtos e com temperatura amena a fim de não comprometer ainda mais as regiões afetadas pela doença;
  • Realizar a hidratação na pele diariamente, especialmente, nos meses com temperaturas mais baixas;
  • Pegar sol diariamente nos períodos adequados e pelo tempo indicado pelo seu médico, visando tirar proveito da vitamina D que pode auxiliar a evitar as crises de psoríase nos pés. 
  • Além disto, deve-se investir em um bom tratamento tópico para controlar todos os sintomas da psoríase.

A PsoriOff desenvolveu uma loção formulada nos Estados Unidos e recomendada por dermatologistas, agregando em um único produto mais de 10 componentes eficazes para reduzir o inchaço, a vermelhidão, a descamação, coceira e espessura das feridas. Além disto, irá prevenir a recorrência dos sintomas da psoríase. O PsoriOff não tem necessidade de prescrição médica e pode ser utilizada em qualquer região do corpo, de fácil aplicação e com resultados visíveis com poucos dias de uso!

principais TRATAMENTOS

Conheça os tratamentos mais utilizados para a psoríase nos pés!

A medicação via oral (comprimido) é indicada para evitar o avanço inflamatório e a descamação da pele. Mas, só deve ser utilizada seguindo as orientações médicas e em último caso!

O tratamento biológico se refere aos elementos injetáveis periodicamente, desenvolvido com células vivas e produzido em laboratório. 

O objetivo é eliminar as moléculas causadoras das inflamações. Isso porque elas são as responsáveis pelas lesões na pele.

Porém, este é um tipo de tratamento de alto custo e que exige acompanhamento médico mensal.

A exposição a luz natural é muito benéfica no tratamento contra a psoríase nos pés, nos joelhos, no tronco ou qualquer área do corpo. Todavia, quando não se consegue recorrer naturalmente, a alternativa é apostar na fototerapia. Essa técnica se caracteriza por sessões com raios UV que simulam a atividade celular. É sempre interessante combina-lo com loções tópicas.

É o tratamento mais indicado atualmente por dermatologistas de todo o mundo, por ser de fácil aplicação e não possuir efeitos colaterais.

A loção que vem se destacando no mercado é a PsoriOff, uma loção formulada nos Estados Unidos e recomendada por dermatologistas, agregando em um único produto mais de 10 componentes eficazes para reduzir o inchaço, a vermelhidão, a descamação, coceira e espessura das feridas. 

Como pode e DEVE ser utilizada em conjunto com todos os outros tratamentos, a loção tópica é um tratamento obrigatório para qualquer portador de psoríase!

quer conhecer o melhor tratamento para psoríase nos pés?

Add to cart