Psoríase pega? Mitos e verdade sobre a doença

psoríase pega

Hoje em dia, os problemas cutâneos correspondem ao quarto maior
fator de incapacidade no mundo. A informação é resultado de cerca de quatro mil
estudos realizados desde a década de 1980 em todo o planeta. Afinal, a pele é o
maior e o órgão humano mais exposto a ameaças. Portanto, é de vital importante
descobrir se realmente a psoríase pega, seus sintomas, tratamentos e
variações. 

Isso porque as conseqüências das doenças de pele, como a psoríase,
não se limitam a questão estética. De acordo com dados da Universidade do
Colorado, nos Estados Unidos, as doenças de pele podem gerar dores articulares,
deformidade no corpo, depressão, baixa autoestima e até a morte em casos
extremos.

Sendo assim, a psoríase se trata de uma enfermidade crônica que desencadeia o surgimento de manchas vermelhas e descamativas. Segundo o site do médico Drauzio Varella, essa manchas possuem casca esbranquiçada que ficam no couro cabelo, nos joelhos e nos cotovelos.

Além disso, a enfermidade faz parte do grupo das doenças eritemato
e descamativas. As suas manchas costumam ser bem delimitadas e no formato de
placas com tamanhos variados. Porque a psoríase pode surgir em locais mais
discretos, bem como cobrir se propagar por todo o corpo.

Quais são os sintomas comuns da psoríase?

A psoríase pode se manifestar em três condições: leve, mediana ou severa. De acordo com os dados da Fundação Nacional Americana de Psoríase, publicados no site Minha Vida, o quadro leve se caracteriza por atingir menos de 3% do corpo humano.

Já a psoríase mediana se sucede quando o doente tem entre 3 a 10%
do corpo comprometido, enquanto o estágio mais severo da enfermidade pode
afetar acima de 10%. Além disso, os números de psoríase são semelhantes em
homens e mulheres.

Todavia, os sinais da doença podem mudar de um paciente para o
outro. De maneira geral, é preciso prestar atenção nos seguintes sintomas:

·         Pele ressecada;

·         Ocorrência de sangramentos
sem razão aparente;

·         Unhas fracas, amareladas,
grossas e descoladas;

·         Inchaço articular;

·         Dores fortes nas articulações;

·         Pequenas lesões avermelhadas
na pele com uma camada branca;

·    Descamação em áreas do
corpo, sobretudo, nos cotovelos, joelhos e raiz do cabelo.

Enfim, a psoríase pega? Psoríase pega por
contato?

Agora que já se sabe os sintomas e os tratamentos mais comuns, a
dúvida que pode restar é: a psoríase pega? Felizmente, a resposta é negativa.
Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), a doença não é contagiosa
e afeta cerca de 3% da população global.

No entanto, essa é um problema permanente e tende a aparecer de
tempos em tempos. Ou seja, o paciente terá de se cuidar por toda a vida e
evitar alguns elementos que podem desencadear as crises. O estresse pode
facilitar o ressurgimento das marcas, enquanto a luz natural e a hidratação
impedem.

Portanto, a ideia que a psoríase pega é falsa. Todavia, as lesões
em pontos visíveis da pele podem contribuir para que os pacientes se mantenham
afastados de amigos e familiares por questões estéticas e psicológicas. Embora
não contagiosa, a psoríase pode vir a resultar em um isolamento social.

Psoríase faz mal ao coração?

Vários estudos sobre pacientes de psoríase apontam grande chance para desenvolvimento de problemas de coração. Esse também foi resultado da pesquisa encabeçada pela Janssen-Cilag Farmacêutica em parceria com 26 centros nacionais, publicada na Revista Saúde da Abril,

A avaliação indicou que a maioria dos pacientes com variações
medianas ou graves desta enfermidade apresentam números mais altos de
sobrepeso, diabetes e hipertensão do que a média em geral. Entre os pacientes
entrevistados para o estudo: 17% são diabéticos, 32% hipertensos e 75% estão
acima do peso ou são obesos.

Segundo a pesquisa brasileira, o vínculo entre a psoríase e as
doenças cardíacas se encontra no processo inflamatório. Isso porque a
inflamação oportuniza a deposição de colesterol e outros agentes nocivos nas
paredes dos vasos. A partir daí, se eleva a possibilidade de placas e possíveis
entupimentos.

Portanto, é essencial ficar atento aos sintomas da psoríase e
procurar por orientação médica o quanto antes. Afinal, o tratamento é
fundamental para que o paciente possa recuperar a autonomia e minimizar os
efeitos dessa enfermidade.

Quais são os tratamentos para psoríase?

A psoríase é um problema crônico, ou seja, necessita de cuidado
pelo resto da vida. Mesmo que os sinais sumam eventualmente, as manchas podem
voltar esporadicamente.

Os meses de inverno também colaboram para manifestação da
enfermidade devido ao ar seco, o frio e o pouco tempo sob o sol. Por isso, os
pacientes podem redobrar a atenção neste período. Além disso, a pessoa deve
seguir as recomendações do médico e tomar algumas medidas adequadas no seu dia
a dia.

1 – Hidratação

Manter a pele hidratada é fundamental ao combater todas as
variedades de psoríase. Por isso, itens hidratantes fazem parte de todos os
tratamentos, como loções e pomadas.

2 – Luz natural

Pegar um sol nos horários recomendados pelo médico é fundamental
para manter a doença sob controle. Essa é uma medida para recuperar a qualidade
de vida, em paralelo ao seu tratamento.

3 – Exposição ultravioleta

Essa é uma técnica de exposição a raios ultravioletas em locais
especializados. É uma forma de equilibrar a saúde quando não se consegue pegar
sol diariamente.

4 – Tratamento tópico

Pomadas e cremes passados nos locais afetados diretamente. Segundo o site Psorioff, esses elementos fazem a
diferença em mais de 95% dos casos de psoríase. Em contrapartida, a medicação
injetável apenas é recomendada para quadros mais severos da doença e sob
orientação médica permanente.

A PsoriOff desenvolveu uma loção com mais de 10 ingredientes
ativos importados dos Estados Unidos e recomendados por dermatologistas,
agregando em um único produto todos os componentes mais indicados por
especialistas de todo o mundo para o tratamento de psoríase.

O PsoriOff não é um shampoo, pomada, remédio ou medicamento. Trata-se de uma loção sem necessidade de prescrição médica, para tratamento de Psoríase em qualquer região do corpo, de fácil aplicação e resultados visíveis com poucos dias de uso! Conheça esta inovadora loção em: www.PsoriOff.com.br

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Produtos

Cadastre-se em nossa newsletter

Fique por dentro de todas as novidades em seu e-mail
Endereço de email inválido, favor corrigir.
Endereço de email já cadastrado.
The security code entered was incorrect
Obrigado por se cadastrar!
Add to cart